30 de junho de 2016

Resenha » Eleanor & Park, de Rainbow Rowell


Não se deixe enganar por esse livrinho meigo todo rosinha como se fosse um romance  raso e clichê  pra passar o tempo sobre dois adolescentes apaixonados. Eleanor & Park é mais do que isso. De fato temos aqui a narração de um romance puro e jovem, mas também podemos contar com temas como conflitos sociais, superação de medos e traumas e as lutas que precisamos travar todos os dias dentro de nós mesmos. Enquanto muitos livros de romances juvenis que circulam por aí investem em histórias docinhas, com casais que são personagens ainda em desenvolvimento e com muito tempo livre para curtir seu amor, Eleanor & Park é intenso, maduro e cheio de personalidade, e aposta na profundidade do amor e a questão da sobrevivência do mesmo perante os reveses da vida.

Aperte o play e conheça comigo agora um pouco mais desse adorável e improvável casal

Now playing: How Soon Is Now? - The Smiths


Eleanor & Park, Eleanor e Park, livros da rainbow rowell, livros de romance

Lançado em 2012, nosso livro da vez é protagonizado por dois jovens que são os opostos um do outro. De um lado temos a ruiva Eleanor, 16 anos, com um corpo fora dos padrões esculturais impostos pela sociedade (frequentemente se definindo com adjetivos como "gorda e grande"), membro de uma família completamente desestruturada e que passa a maior parte do tempo desejando que todo o tempo ainda disponível da sua vida passe logo. Do outro, temos o meio-coreano Park, 16 anos, um típico geek viciado em música e HQs que mora numa bela casa e pode contar com uma família reunida na mesa do café digna de propaganda de margarina. Definitivamente a vida dos dois não tinha a menor possibilidade de se cruzar... ou pelo menos, não para eles. Por ser considerada estranha demais, Eleanor sofria diariamente com zombarias e maldades dos outros alunos da escola, e aceita isso impassível quase como um castigo, como se não houvesse outra maneira das coisas acontecerem. Um dos momentos mais terríveis do seu dia se resume ao tempo em que precisa ser obrigada a conviver com essas pessoas no mesmo ambiente, que é no ônibus escolar, durante a ida/volta para escola. Mas é justamente no ônibus escolar, seu maior inferno, que ela conhece Park e tudo começa a mudar. Após sentar ao lado dele num dia comum (pois metade dos outros bancos estavam ocupados, e na outra metade ela era impedida de sentar por outros alunos), o casal começa a silenciosamente trocar olhares e iniciam assim um silencioso processo de reconhecimento um do outro. Inicialmente por um misto de pena e curiosidadade, os dois acabam se rendendo ao silêncio desesperador de cada dia e começam assim uma relação – nem amigável, nem amorosa – pura e simples. Com o passar do tempo, um sentimento maior começa a surgir entre eles num misto de afeição e proteção, e duas vidas que antes eram completamente opostas, acabam por completarem-se. Só que nem sempre é tão fácil unir mundos tão diferentes, e o casal irá enfrentar muitas dificuldades para superarem as barreiras que os separam de si mesmos – barreiras estas não impostas pelo mundo ou pelas outras pessoas, mas por eles mesmos.




❝ O acabamento da obra

Eleanor & Park, Eleanor e Park, livros da rainbow rowell, livros de romance

O livro é editado pela editora Novo Século e possui 325 páginas. A edição é toda trabalhada com folhas amarelas e letras no tamanho adequado, de forma que a leitura não ficou cansativa. A grossura das folhas também é boa e há a presença de orelhas, denunciando um trabalho no geral, de excelente qualidade. Os capítulos são medianos, e sua distribuição ficou bem adequada à proposta do livro. A capa também é linda demais. Eu sinto a paz de um amor doce toda vez que olho pra ela, e é justamente assim que o livro é. Não que a história dos dois seja composta por tanta paz assim (até porque a palavra “tranquilo” talvez não seja a mais indicada para descrever esse romance), mas a questão é a paz que eles sentem quando estão juntos. Tudo desaparece, e só existe Eleanor, Park e uma boa música ao fundo. Por isso acho que a capa foi tão feliz ao traduzir o sentimento do livro, e tudo o que o casal simbolizava um para o outro. Você sente um clima gostoso de amorzinho ao observar a ilustração da capa, com as cores suaves.



❝ Por que você deve ler
Eu não gosto de você, Park. Acho que eu vivo por você.

Eu amo Eleanor & Park! E acho que a coisa que mais gosto nele é que o romance que envolve o jovem casal não é algo idealizado, perfeito ou inquebrável (até porque a vida e mente dos dois como pessoas não é assim), ou então que a história conta uma paixão superficial e comum. O livro é justamente o oposto, verdadeiro com o leitor em seu relato de um amor avassalador e marcante, apesar de jovem. O amor vivido é uma parte muito importante da vida deles, mas apesar disso, ainda há muitas outras dificuldades a serem vencidas.

Eleanor & Park, Eleanor e Park, livros da rainbow rowell, livros de romance

Uma coisa é certa: a vida de ambos mudou completamente após esse romance. Park desenvolve um sentimento e uma visão de mundo que antes ele não tinha, como se Eleanor tivesse despertado nele algo único, algo que só ela poderia ter feito. Podemos até mesmo dizer que ele estava preso num mundo frio e solitário, em que nada fazia sentido ou interessava de verdade. No fundo, Park buscava uma razão para ser e se livrar de sua casca exterior que escondia a pessoa que era de verdade, e Eleanor contribuiu para essa busca de identidade do próprio garoto. Falando em Eleanor, esta talvez tenha sido a mais beneficiada com o romance, uma vez que estar ao lado de Park lhe proporcionava a sensação de ser apreciada, algo que ela jamais teve a chance de provar antes e que lhe dava uma coragem imensa para enfrentar sua dura realidade. Tão acostumada aos xingamentos vindos dos colegas e do padrasto e adequada a triste rotina que vivia dentro de casa, Eleanor estava condicionada a não sentir, e viver ao lado de Park a fez aprender a de fato compreender as emoções que viviam escondidas dentro dela, sem poder se manifestar. Era como se pela primeira vez, ambos encontrassem o caminho de volta pra casa, para poderem finalmente relaxar e adormecer nos braços do outro.

Eu acho que você deve ler o livro justamente pra fugir desses romances em que tudo dá certo e o amor age como se fosse uma fórmula mágica que apaga todos os problemas do mundo; Há um longo caminho para percorrer antes de se chegar à vitória, e é necessária muita força e coragem para caminhá-lo e vencê-lo. Como já dizia uma frase que ouvi, mas não me recordo do autor: O amor é para os fortes. E força pode ser um bom termo para descrever esse casal.




❝ Preste atenção!

Eleanor & Park, Eleanor e Park, livros da rainbow rowell, livros de romance

Como posso expressar minha opinião sem correr o risco de soltar um spoiler, me diga? Na dúvida, a única coisa que me limito a dizer é: prepare o coração. Como eu disse, o livro não é baseado numa história água com açúcar (apesar de parecer) e também é necessário que o leitor tenha coragem para chegar até o final. Aprecie cada página lentamente, mas lembre-se de que em algum momento, o livro vai acabar. E você vai ficar órfão dele por um bom tempo...




❝ Meu toque pessoal
Segurar a mão de Eleanor era como segurar uma borboleta. Ou um coração a bater.
Como segurar algo completo, e completamente vivo.

A história é linda, e fiquei com ela na cabeça por alguns dias. O tom desesperado de Eleanor em relação à própria vida e a calma com a qual Park conduz as coisas dá o equilíbrio perfeito para o romance. É como se um fosse capaz de estabilizar o outro, de um jeito único e só deles. O livro é especial para mim pois traz essa essência do que é o verdadeiro amor, não um amor cego, mas aquele que enxerga todos os defeitos e dificuldades do parceiro e os aceita, compreende e ama exatamente como é. Você não precisa se esconder, pode se mostrar por inteiro pois aquela pessoa é parte de você. Eleanor e Park são almas-gêmeas, vivendo em corpos tão diferentes. E o amor deles inspira a gente a perceber que sim, vale a pena vencer os medos e se entregar a alguém que realmente valha a pena.

Outro ponto do livro que me conquistou foi a trilha sonora. A história se passa em 1986, então vocês já podem imaginar as músicas que eram sucesso naquela época. The Smiths, Joy Division, U2 e outras váaaarias bandas maravilhosas dão o toque a história, servindo como plano de fundo musical para o romance dos dois. Há menções de várias canções e versos de músicas se relacionam com fatos vividos por Eleanor e Park, o que deixa tudo ainda mais gostoso de se sentir.

Particularmente, eu sinto que o livro poderia ter uma continuação. Não sei se quem leu também sentiu isso, mas eu simplesmente necessitava de que a história continuasse. Bem, vai ver isso é apenas uma negação da minha parte a respeito do final apresentado, rs... Mas a verdade é que com continuação ou sem, essa continua sendo uma das histórias mais profundas e intensas que eu já li, sem perder aquele gostinho de primeiro amor.




❝ Considerações finais
Você salvou a minha vida - ela tentou dizer a ele. Não para sempre, não definitivamente. Provavelmente, só por um certo tempo. Mas você salvou a minha vida, e agora eu sou sua. O que eu sou, agora é seu. Para sempre.

Eleanor & Park, Eleanor e Park, livros da rainbow rowell, livros de romance

Em resumo, Eleanor e Park é cativante, ao mesmo tempo em que martela na sua cabeça e te faz perder o sono. É sarcástico e irônico, até mesmo ácido em certo ponto, ao mesmo tempo em que também ganha o leitor pela pureza do amor e a sensação do corpo perante as primeiras descobertas da vida. É um livro com leitura recomendada pela sua beleza e improbabilidade, mas principalmente, pela sua sinceridade. Não é uma história pra você passar o tempo suspirando por aí feito boba(o). O livro em si é um suspiro, que brota do seu peito e te faz sentir com ele o quanto a vida pode valer a pena, quando compartilhada com a pessoa certa. Alguém que te entenda, que te proteja, que te ame exatamente como você é.

Estranho, problemático, excêntrico, complicado. Exatamente como você é.

11 comentários:

  1. Enquanto eu lia sua resenha sobre "Eleanor e Park" pensei mil coisas sobre as quais comentar aqui... mas enquanto escuto o som que você escolheu para acompanhar essa leitura só penso que esse livro deve ser ARREBATADOR e me pergunto "O que estive fazendo até agora que ainda não li esse livro?". Depois desse texto não posso mais seguir indiferente a esse livro! Que resenha catártica!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Opa The Smiths no audio! Adorei! E poxa eu jurava que era um livro clichê, não que eu não goste, porque eu gosto, mas um romance mais verdadeiro é muito bom tb! Adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    Pop Notas

    ResponderExcluir
  3. ooi!
    tenho muita vontade de ler algo da Rainbow, já ouvi centenas de comentários positivos sobre essa obra e penso lê-la em breve, preciso dizer que amei sua resenha?
    bjs xxx
    http://lendocomela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Débora, sua linda, tudo bem?
    Nossa, o que um representa para o outro é tão intenso!!!! Achei suas palavras lindas!!!Faz um bom tempo que quero ler esse livro, mas tantos outros surgiram depois dele, que até esqueci. Não vejo a hora de dar uma oportunidade e me emocionar com eles. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá minha amiga( já te considero íntima rs).

    Esse livro está empacado na minha estante, confesso isso com muito pesar. Sabe quando você sente que tem que esperar o momento certo para ler um livro? Acho que eu estou preparando minhas emoções para lê-lo porque temas como bullying, violência doméstica, ou temas polêmicos assim, mexem muito comigo. A sua resenha me deixou super ansiosa para essa leitura rs, acho que a escrita da autora tem um toque de fluidez que deixa o leitor muito envolvido. Quero muito conhecer esse amor retratado em sua resenha e não vejo a hora de conhecer a história de Eleanor & Park.

    Amei a resenha demais <3
    Beijos,
    https://queremosmaislivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Débora, tudo bom?
    Dessa autora, eu tentei ler Anexos, mas não fluiu, fiquei muito triste porque o livro parecia ter tudo para me atrair.
    Contudo, não desisto. Eleanor & Park já está na minha listinha e essa sua resenha só atiçou mais a minha curiosidade!
    Parece que você gostou bastante.
    Espero fazer a leitura em breve.
    Beijos

    http://aguardandoogatobranco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Débora,
    Eu tambem adorei esse livro e tenho um pitadinha de esperança que tenha uma sequencia ♡
    Mas a história realmente é muito mais que um simples romance.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Débora,
    Vejo tantos elogios a essa obra... Preciso conhecer!
    É a minha primeira vez aqui e adorei a disposição da sua resenha, a maneira como você descreve a leitura... Já comecei a seguir e voltarei mais vezes.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Gostei da sua resenha.Já tinha lido outras nos blogs, mas nenhuma tão completa quanto a sua.Gosto de clichês, mas também gosto quando o romance vira algo mais próximo de nós né?


    Gostei muito :)

    beeijão ^^
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Débora,

    Você acredita que eu tenho esse, e vários livros da autora, e até agora não li nenhum? Não sei, tenho uma expectativa tão grande em relação a ela e a esse livro, que tenho medo de não gostar. Vou ler em algum momento e espero que a leitura seja tão boa para mim como é para todo mundo.

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá Débora, tudo bem?

    Tenho muita vontade em conhecer a escrita e ler os livros dessa autora. Muitos leitores falam super bem dos livros dela, ainda esse ano eu leio pelo menos um livro dela (Fangirl, Carry On, Ligações e Anexos).
    Adorei a sua resenha e é claro que vou adicionar a minha lista de leituras.
    Beijos,
    Luan - Carpe Diem Literário.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu interesse e disposição em comentar a postagem do blog!

Espero que tenha gostado de sua visita.
Volte sempre! :-)